domingo, 14 de novembro de 2010

Jogos Mortais VII - O Final


Direção: Kevin Greutert
Elenco Tobin Bell , Costas Mandylor , Cary Elwes , Betsy Russell , Sean Patrick Flanery

          No cartaz diz: "O melhor sempre fica para o final". Bom, discordo. Não me surpreendi com o "final" (que pra mim não foi o final), talvez porque eu já sabia quem era o braço direito de Jigsaw em seus jogos desde os filmes anteriores. O final de "Jogos Mortais VI" me supreendeu mais. Achei também, que eles não exploraram muito os efeitos 3D. Os jogos seguem aquela mesma linha, mas sem ter nenhum muito criativo e que me chamasse a atenção. O filme é bom, mas não é supreendente e nem o melhor.
          As vítimas de Jigsaw, são pessoas que já fizeram algum mal para outras, ou são pessoas hipócritas, ou interesseiras, mentirosas, etc. Por isso, nem sinto tanta pena assim das que se dizem "vítimas" do grande mestre.
          Neste filme, em um dos jogos secundários de Hoffman, tem como um nazista (já me corrigiram e é mesmo o Chester, vocalista do Linkin Park) o jogador principal, onde ele tem que sacrificar "um pouco" da sua pele para salvar sua esposa e amigos.
          Desta vez, a outra vítima principal (e merecida) de Jigsaw, é um cara que se dizia ressuscitado por ter conseguido escapar de um dos jogos mortais do vilão e até lançou um livro e um DVD para ganhar dinheiro com a farsa. Colegas de trabalho, amigos e a esposa, agora estão nas mãos do mentiroso Bobby. Será que Bobby conseguirá salvá-los, apesar de ter que encarar os jogos de Hoffman, que são bem mais difíceis que do seu antigo chefe?

Nota: 7.0


Um comentário:

Bhagavan Íntima disse...

Não tive coragem de ver nenhum deles.